Avaliação de consórcios bacterianos comerciais para tratamento de solo em viveiros de cultivo de camarão e como inibidores de Vibrios sp.

by: Giovanni Chasin

A atividade bacteriana aeróbica no solo dos viveiros está diretamente relacionada com o consumo de oxigênio disponível e a produção de CO2 [gas] devido à mineralização da materia orgánica presente [MO], sempre, em proporção à disponibilidade desta, ao tipo de população bacteriana presente, e aos substratos requeridos pela biomassa bacteriana, entre outros critérios importantes.

Durante o cultivo de camarão em viveiros escavados ou revestidos com lona PEAD, estes recebem uma carga variavel de material particulado sedimentável ou não rico em MO que representa uma gran demanda de oxigênio. Em viveiros escavados, uma parte da MO é degradada e metabolizada por populações bacterianas proprias do solo, e outra parte, se faz necessário o uso de produtos bacterianos como complemento para atingir a recuperação dos mesmos. Em viveiros revestidos com PEAD, a degradação desta MO depende em grande medida da aplicação de produtos bacterianos usados como bioremediadores.

O melhor momento para avaliar o desempenho de um produto bacteriano usado como bioremediador é depois das despescas, quando tem se passado 90-120 dias de cultivo, monitorando o solo do viveiro em diferentes pontos objetivando determinar as caraterísticas organolepticas mais evidentes [cor, textura, odor] que são indicadoras de qualidade do solo, além de testes adicionais de laboratório se houver o interesse para validação.

Devido que existem muitas marcas de produtos bioremediadores para uso em viveiros e se faz impracticável uma comparação destes ao mesmo tempo em fazenda, a primeira opção debe ser feita a maneira de bioensaio com uma mesma amostra para todos os produtos.

Seguem alguns resultados de bioensaios com diferentes produtos testados em laboratório e campo.

 Solo [C] : amostra de solo sem aplicação de produtos bacterianos [respiração basal], Solo + A : amostra de solo + produto A, Solo + B : amostra de solo + produto B, Solo + C : amostra de solo + produto C

Podemos observar que o produto A teve um melhor desempenho que os outros produtos. Estas avaliações foram feitas em 08-09-2016 na Tecnarão Ltda Unidade Macau. Baseado nesta avaliação,o produto A foi selecionado.

Avaliação do TCP contra produto A [06-06-2019]

Nesta avaliação a produção de CO2 correspondente as amostras do biorreator [fonte do produto A],e ao TCP [produto] foram substraidas das leituras finais que resultaram dos tratamentos. Nesta avaliação o TCP mostrou um desempenho 14,54% acima que o produto A que tinha sido selecionado anteriormente. Avaliação feita na Tecnarão Ltda Unidade Macau.Seguem imagens de amostras de solo de viveiro no dia seguinte à despesca coletadas com pá. Avaliação de rotina feita na Tecnarão Ltda Unidade Arez

O TCP foi testado em campo contra populações presentes de bacterias do gênero Vibrio com resultados promissorios respeito a outros produtos testados. É importante salientar que as populações de vibrios não é estável nos viveiros e que diferentes cepas estão presentes em determinadas épocas do ano, por tanto, é importante fazer avaliações periodicas e principalmente quando cepas altamente patogénicas estão presentes nos cultivos.